Quer saber como deixar o seu gramado bonito o ano todo?

Deixar o gramado da sua casa ou do seu terreno bonito não é tão difícil, deve-se apenas seguir algumas instruções. Em matéria do Estado de São Paulo, a paisagista e engenheira agrônoma Daniela Infante considera como crucial manter o ambiente sem folhas secas.

– É muito importante essa precaução, pois o acúmulo de folhagens pode atrair fungos e deixar o gramado doente. Para isso, é necessário cuidar da poda e limpeza correta desse espaço. Cada tipo tem uma altura ideal específica. O mais comum, o esmeralda, precisa ter três centímetros de altura, por exemplo.

A poda correta também é destacada pela paisagista Cíntia Gasperi como um elemento importante para a saúde desse espaço:

– O bom senso tem que prevalecer nesse momento. Aparar com muita frequência enfraquece o gramado, que fica suscetível a pragas e outras doenças. Porém, deixá-lo muito grande também o deixa fraco e com aspecto de queimado e falhado.

Uma atitude considerada correta para algumas pessoas também pode fazer mal ao ambiente, é o que garante Vâner Silva, especialista em tratamento e nutrição de plantas:

– Utilizar o esterco como adubo é um erro normalmente praticado, mas ele pode contaminar o espaço com ervas daninhas. A adubação correta deve ser a química ou a orgânica.

Os principais nutrientes que precisam integrar o “alimento” do solo são, segundo Silva, o nitrogênio e o potássio, ambos para um crescimento saudável; e, caso o gramado esteja muito desnivelado, o fósforo.

O sol e a água também são considerados elementos importantes.

– A iluminação e a rega corretas vão deixar o jardim sempre bonito, como todos desejam – declara a paisagista Anna Luiza Rothier.

O horário da irrigação é de suma importância no processo.

– Irrigar o gramado nas horas mais frescas do dia, durante a manhã ou a tarde, e não molhá-lo em excesso também colabora para que não se proliferem fungos. A frequência correta varia conforme a localização da grama: na sombra, uma vez por semana; no sol, duas vezes – explica Silva.

Daniela acrescenta que o tipo do solo também interessa para esse momento: o arenoso retém menos água, enquanto o argiloso armazena muito mais líquido. A profissional alerta, ainda, para uma informação importante:

– Se o gramado estiver doente é preciso que acione um engenheiro agrônomo. Apenas substâncias naturais não são suficientes para sará-lo. Será preciso o uso de agrotóxicos, que para ser utilizado além de cuidados no manuseio, é necessário que se tenha licença

Fonte: https://oglobo.globo.com/economia/imoveis/dicas-para-ter-um-gramado-verde-durante-ano-inteiro-2864411#ixzz5MStKaj17

2018-07-27T11:53:42+00:00